A Guardiã do Tempo – Alexandra Monir

0
637

Nesse segundo volume,Michele Windsor reencontra seu amor ela vê entrar em sua classe um novo aluno e mal pode acreditar: é o seu grande amor Philip Walker, porém ao procurá-lo ela descobre que ele não se lembra dela e nem sobre o Philip Walker de 1910. Michele busca respostas nos diários antigos de sua família, e descobre que seu pai era um viajante do tempo, que tinha envolvimento com uma organização misteriosa chamada Sociedade Temporal, e um conflito com uma antepassada vingativa. Michele logo se vê no centro de um embate que existe há 120 anos e cujo desenlace pode trazer consequências fatais.

Pois para poder viajar no tempo, ela precisa de uma chave que ativa suas idas e vindas no tempo.

Pois Michele está aprendendo a lidar com seu dom,e como viajar no tempo passou a fazer parte de sua vida ela começa a ficar mais atenta.

Com o choque de se deparar com seu amor do século passado na escola,Michele começa uma corrida contra o tempo para descobrir segredos e decifrar enigmas sobre a viagem no tempo.

Mas o que ela não conta até então é com aparecimento de uma inimiga oculta do passado,que atormenta a sua familia,amigos e a própria viajante do tempo.

Uma antepassada que guarda magoas e que encontrou o jeito de viajar no tempo e se vingar de Michele.

Ao descobrir que seu pai fazia parte da Sociedade Temporal,encontrando entre seus pertences o diário do pai ela começa a desvendar os mistérios das viagens e segredos revelados naquelas folhas que a deixam atonita.
Além de ter de ver seu amado no presente atual,e ainda não se lembrando de nada do passado ela sente-se desolada por seu amor não a reconhecer.

Mas nada que a ajuda de algumas passagens decorrentes na leitura farão jus a história toda.

Entre encontros e desencontros Michele está invenstigando a vida de seu pai,que através de seus diários ela ficou sabendo de sua história e alguns segredos que podem ajuda-lá.

Na sua busca ela acaba conhecendo a fundadora da Sociedade Temporal Millicent August,que vai lhe explicar como funciona as idas e vindas no tempo e suas regras para os viajantes.

O livro além de nos mostrar um pouco da vida nos anos de 1900 pra frente, contando as histórias de bailes, de cantores e dos moradores da cidade e como se comportavam na época.

É bem legal poder imaginar a vida antigamente,onde a riqueza e a elegância da sociedade era de toda pompa cheia de luxo e glamour.

Prepare-se para mergulhar num livro com romance,mistérios,traições e com reviravoltas que vão surpreender o leitor do inicio ao fim do livro.

Quanto a diagramação do livro está perfeita,a capa muito linda e bem condizente a história.

A autora está com certeza de parabéns por está fascinante continuação do livro Muito Além do Tempo e recomendo a todos que queiram se aventurar num ótimo livro.

“Mesmo que minha memória falhe no futuro,ainda assim serei capaz percorrer novamente,com toda a certeza,as pegas de minha alma.”

-YE SI
Pág:160

“Apenas alguns Guardiões do Tempo possuem a capacidade de viajar sem sua chave.Aqueles de nós com essa rara habilidade vivenciam uma presença mais forte enquanto viajam no tempo,podendo descobrir poderes adicionais á medida que os anos passam.Como pétalas se abrindo num botão floral,parecemos estar em constante floração.”

– Manual da Sociedade Temporal

Resenha de Alexandra Moreira, resenhista do Arca Literária

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here