A garota que você deixou para trás – Jojo Moyes

3
772

Primeiramente, ler livros que envolvem guerra principalmente os horrores do Holocausto e todas as atrocidades que as pessoas tiveram de enfrentar, é algo que me causa vários questionamentos, “como um ser humano pode ser tão ruim?!”

A história é sobre Sophie Lefèvre (1916), ela vive um momento bastante delicado em que a Alemanha “invade” a França e recolhe pessoas para trabalhar em prol dos alemães na Primeira Guerra Mundial. Uma dessas pessoas é o marido de Sophie, um maravilhoso pintor chamado Édouard Lefevre que teve que abandonar a todos para servir aos inimigos, os alemães.

 Ela temia pelo que poderia acontecer com Edouard. O amor de Sophie pelo marido e o quanto ela acreditava e tinha esperança de reencontrá-lo, é o que, de fato, lhe dá forças para passar por cima de toda aquela miséria e sofrimento. Ela inclusive vai fazer escolhas que talvez VOCÊ leitor a julgue, mas se pôr no lugar dela é SUA prioridade.

 Chorei com ela, senti pena, dor na ponta da barriga, Sophie é realmente tudo aquilo que seu marido pintou em um quadro, (linda, guerreira, frágil) objeto que é a única lembrança mais próxima do seu Edouard. Mas que está com os dias contados.

Quase na metade do livro, a autora te surpreende já em 2006 em Londres contando a história de uma moça chamada Liv. Seu esposo um grande arquiteto, havia morrido, deixando uma casa linda, um coração vazio e um quadro que eles haviam comprado em sua viagem de lua de mel. Bom daí você já pode imaginar de quem era o quadro, quem era a moça pintada.

 O que você não imagina é o que Liv vai ter que fazer para não perder a única lembrança que seu marido a deixou. A história é contada em paralelo com a vida de Liv e tudo que Sophie enfrentou. Ela vai e volta.

 Mais um livro da JojoMoyes em que ela parte o nosso coração e precisamos de lenços.

 Dou a nota *** porque de início achei a Liv um tanto quanto dramática e insegura, achei que a Sophie podia ter aparecido mais, queria poder entender mais sobre como tudo aconteceu, algumas coisas ficaram vagas. E também rola a comparação com o outro livro que li da autora, que inclusive foi meu favorito de 2014.

Mais indico essa leitura, não é perda de tempo!!! Beijos e até a próxima resenha.

Resenha de Thagiyla Barbosa, resenhista parceira do Arca Literária e do blog Leitura Fuxico

3 Comentários

  1. Adoro livros sobre a guerra! Já ouvi muitas críticas boas sobre os livros da Jojo Moyes e estou louca para ler esse! Com certeza será minha próxima leitura!
    Beijos

  2. Oi, Ceiça…

    Adoro livros em que a história se passa em meio às guerras ou contam histórias que se passaram nestas épocas… Também me pego pensando o que leva o ser humano a ter certas atitudes que podem levar a guerras ou a conflitos que acabam fazendo parte da história… Ainda não li esse livro da Jojo, mas já adquiri ele… Amei a sua resenha e com certeza será minha próxima leitura… Já li “Como eu era antes de você” e me levou às lágrimas… Aposto que com esse vai acontecer o mesmo!!!

    Beijinhos

  3. Demorei demais pra ler esse livro …
    Mas não porque ele é ruim ou a leitura não fluiu e sim porque a escrita da Jojo me deixou tão impressionada que quis aproveitar ao máximo a história <3
    Foi o primeiro livro que li da autora e foi por ele que me apaixonei pela Jojo rs
    Eu AMEI, bem amadinho, o livro, dei 5 estrelinhas e está na minha lista de favoritos.
    Beijos
    Caroline Garcia

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here