Aproveitar a vida

0
888

large

Uma receita de vida milenar:

Eis aqui o que eu vi, uma boa e bela coisa: comer e beber, e gozar cada um do bem de todo o seu trabalho, em que trabalhou debaixo do sol, todos os dias de vida que Deus lhe deu, porque esta é a sua porção.
E a todo o homem, a quem Deus deu riquezas e bens, e lhe deu poder para delas comer e tomar a sua porção, e gozar do seu trabalho, isto é dom de Deus.
Porque não se lembrará muito dos dias da sua vida; porquanto Deus lhe enche de alegria o seu coração.
Eclesiastes 5:18-20

Não se sabe bem quem escreveu o livro de Eclesiastes, na Bíblia. Alguns pensam que foi Salomão, e também ele seria o autor do livro de Provérbios, com sábios conselhos para diferentes aspectos da vida humana. Bem, Eclesiastes é um livro, digamos, “amargo”. O autor vê, desolado, a brevidade e a futilidade da vida. Em um sopro o homem se vai. Corre para acumular coisas que não levará deste mundo, e que provavelmente ficarão nas mãos de outros. Acumula vento. Então, a única coisa que compensa é aproveitar a vida, colhendo os frutos do que é conquistado:

Vai, pois, come com alegria o teu pão e bebe com coração contente o teu vinho, pois já Deus se agrada das tuas obras.
(…)
Goza a vida com a mulher que amas, todos os dias da tua vida vã, os quais Deus te deu debaixo do sol, todos os dias da tua vaidade; porque esta é a tua porção nesta vida, e no teu trabalho, que tu fizeste debaixo do sol.
Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças, porque na sepultura, para onde tu vais, não há obra nem projeto, nem conhecimento, nem sabedoria alguma.
Eclesiastes 9:7-10

Há muita gente que não sabe aproveitar a vida. Passam os dias resmungando, reclamando do que poderiam fazer se conseguissem, do que tem que fazer. Falando também de quem tem a ousadia de tentar coisas novas, inusitadas, diferentes. E os dias se gastam rapidamente, em trabalho árduo e preocupações corriqueiras, e a relação vira rotina, os filhos crescem, pessoas envelhecem, nós mesmos, e deixa-se de fazer coisas de que se gostava tanto, não tem mais a mesma graça; deixa-se de rir, de acreditar com simplicidade nas coisas sem ter que explicá-las. E deixa-se de gozar a vida, beber e comer com alegria, entre amigos, entre irmãos, sem se preocupar com o amanhã, pois o destino de todos nós é o mesmo. E o que vale a pena é aproveitar a vida com aqueles que nós amamos. Sermos felizes com quem nos faz feliz.

Algumas coisas podem esperar. E não são tão importantes assim. É necessário fazer o que se gosta. E viver com paixão, aproveitar muito bem o tempo que resta, seja ele qual for. Trabalhar, cumprir obrigações, sim, mas principalmente viver. Com um mínimo de responsabilidade e sensatez, mas com liberdade de ser quem é alegria, SEM CULPA.

Reveja seus compromissos, suas prioridades, sua agenda, seus hábitos e suas pessoas. A coisa mais preciosa do mundo é o tempo. E a mais certa, que um dia ele terminará para cada um de nós. Então, aproveite! Sugue da vida o que de melhor ela pode oferecer. Seja você. Seja você com aqueles que ama. Tudo é passageiro, menos a lembrança dos bons momentos.

Seja feliz!

Esta é a melhor forma, e a única, de realmente viver.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here